3 MEALS A DAY

¿wanna ask me something?   .
.
Artes visuais, filmes, músicas, literatura...
Lembranças em 3 refeições diárias
(y outros petiscos também...)

[visual arts, film, music, literature ... Memories in three meals a day (y other snacks too).]
.
- Leila Saads

moschops911:

African watercolor by Augustus Osborne Lamplough

moschops911:

African watercolor by Augustus Osborne Lamplough

(via art-thoughts-and-more-art)

— há Há 1 semana com 64 notas
art-is-art-is-art:

Summer Evening, Halfdan Egedius

art-is-art-is-art:

Summer Evening, Halfdan Egedius

— há Há 1 semana com 38 notas
centuriespast:

Henri Rousseau
French, 1844–1910
The Past and the Present, or Philosophical Thought (Le Passé et le présent, ou Pensée philosophique)

1891
Oil on canvas
The Barnes Foundation

centuriespast:

Henri Rousseau

French, 1844–1910

The Past and the Present, or Philosophical Thought (Le Passé et le présent, ou Pensée philosophique)

1891

Oil on canvas

The Barnes Foundation

— há Há 2 semanas com 111 notas
Kees van Dongen - Woman with Blue Eyes (Femme aux yeux bleus), 1908
Courtesy of Albertina, Vienna, Austria

Kees van Dongen - Woman with Blue Eyes (Femme aux yeux bleus), 1908

Courtesy of Albertina, Vienna, Austria

(Fonte: amare-habeo, via myfreakflagflys)

— há Há 2 semanas com 41 notas
#Kees van Dongen  #Woman with Blue Eyes  #early 1900s  #Femme aux yeux bleus  #painting 
art-is-art-is-art:

Two Veiled Personages, Odilon Redon

art-is-art-is-art:

Two Veiled Personages, Odilon Redon

— há Há 2 semanas com 27 notas
art-is-art-is-art:

Portrait of Violet Heymann, Odilon Redon

art-is-art-is-art:

Portrait of Violet Heymann, Odilon Redon

— há Há 2 semanas com 49 notas
centuriespast:

Pierre-Auguste Renoir
French, 1841–1919
Grape Gatherers (Vendangeuses)

c. 1888-1889
Oil on canvas
The Barnes Foundation

centuriespast:

Pierre-Auguste Renoir

French, 1841–1919

Grape Gatherers (Vendangeuses)

c. 1888-1889

Oil on canvas

The Barnes Foundation

— há Há 2 semanas com 124 notas
centuriespast:

Claude Monet
French, 1840–1926
The Studio Boat (Le Bateau-atelier)

1876
Oil on canvas
The Barnes Foundation

centuriespast:

Claude Monet

French, 1840–1926

The Studio Boat (Le Bateau-atelier)

1876

Oil on canvas

The Barnes Foundation

— há Há 2 semanas com 556 notas
classic-art:

Portrait of a Boy
Marie Ellenrieder, c. 1819

classic-art:

Portrait of a Boy

Marie Ellenrieder, c. 1819

— há Há 2 semanas com 69 notas
Arcano II - Sacerdotisa
Signo: Identifica alguém com poderes de criação, seja espiritual ou prestigitadora. Atuam como fatores imperativos a inteligência, a capacidade, a criatividade, o poder de persuasão. 
Simbolismo Clássico: Uma mulher (intuição e fecundação) veste aparato sacerdotal escuro e pesado (distinção social, bloqueio para o profano), distanciamento com o meio ambiente. Sentada (passividade e reflexão), pernas fechadas e pés escondidos (dificuldade de ter alguma atitude imediata, imobilidade). Segura um livro (conhecimento tradicional) que parece traduzir os segredos do próprio mistério, no entanto, parece não querer transmitir nada que não seja necessário e essencial. A sacerdotisa protege o portal da própria alma; entretanto, devido à natureza monástica, permite apenas a entrada de quem souber decifrar seu enigma com fidelidade e integridade - sem esses dois predicados não será possível atingir o que ela pensa ou articula. 
Analogia: Sugere que há uma grande força emocional retida que não será revelada facilmente, já um desejo passivo e muita elucubração. A análise e a intuição são primordiais para a evolução dos fatos; contudo, deve-se caminhas com extremo conhecimento para oq ue se deseja. Dinâmica e agilidade não são o forte nesse momento, mas deve-se ter em mente que os conceitos estão muito bem elaborados e deverão urgentemente ser colocados em prática, nada está obstruindo o caminho a não ser a própria pessoa. A felicidade é viável, mas a falta de confiança e amor próprio ou o medo de perder poderá adiar por um curto período a alegria de ganhar. A busca incessante de provas de amor, amizade, compromisso ou perfeição acarreta mágoa, ressentimento, falta de vontade e passividade. As análises traduzem que o pensamento e o conhecimento da Sacerdotisa são perfeitos, porém, são passivos e introversos. Resta apenas uma única saída: agir, falar, buscar; caso contrário, lastima-se a infelicidade do não ter, a ocultação interna dos sentimentos e das ideias, a perda do poder pessoal, a reflexão excessiva do passado, a perda do poder pessoal ou a ausência de expressão.


TAROMANCIA
Núcleo: 
Essência: refletir, conhecer, analisar, estudar.
Definição: entrega ao mundo contemplativo e fraternal; paciência e silêncio como forma de autopreservação; passividade diante de situações importantes, medo de errar; impossibilidade de compartilhar o que pensa e sente.
Advertência: o fundamental é agir imediatamente, parar de buscar a perfeição ou ter receio de falar o que pensa e sente; tudo é possível contanto que se esforce, solicite conselhos a amigos e familiares; confie em você e siga em frente!

Atributo Básico: 
Material: burocracia ou dependência de terceiros para realização; contrato ou negociação ainda em análise; muito trabalho com pouca consequência imediata.
Mental: reflexão excessiva, pesquisa, investigação; sabedoria, memorização, bom senso; segredos efêmeros; ocultação do planejamento; falta de expressão verbal; fala serena, suave.
Sentimental: virtude, fidelidade, dedicação; supressão do desejo, inibição, ressentimento oculto e passageiro; receio de se entregar ao amor, carência afetiva, mágoa; para solteiros pode indicar amor platônico ou não correspondido.
Espiritual: serenidade, devoção, crença e pureza de alma; filantropia e piedade do mundo; boa intuição e aceitação da fé, autoavaliação espiritual ou da vida; momento no qual se tenta conhecer a própria alma e evoluir.

Atributo diverso:
Negativo/Invertido: precipitação por insegurança, julgamento incorreto, agir sem pensar; todas as forças construtivas estão invalidadas; desacordo contratual ou promessa rompida; discurso demasiadamente longo quando se deveria ter discrição.
Obstáculo/oposição: falta de reflexão ou aceitação dos limites pessoais; não concebe outras formas de planejamento; incapaz de compartilhar ou servir, devendo buscar objetividade e discernimento diante da situação apresentada.
Orientação/conselho: analisar com cuidado os fatos, ainda não é o momento de se expressar ou falar o que pensa; não há perigos, mas a situação carece de mais reflexão; meditar pode ser uma boa saída.

Arcano II - Sacerdotisa

Signo: Identifica alguém com poderes de criação, seja espiritual ou prestigitadora. Atuam como fatores imperativos a inteligência, a capacidade, a criatividade, o poder de persuasão. 

Simbolismo Clássico: Uma mulher (intuição e fecundação) veste aparato sacerdotal escuro e pesado (distinção social, bloqueio para o profano), distanciamento com o meio ambiente. Sentada (passividade e reflexão), pernas fechadas e pés escondidos (dificuldade de ter alguma atitude imediata, imobilidade). Segura um livro (conhecimento tradicional) que parece traduzir os segredos do próprio mistério, no entanto, parece não querer transmitir nada que não seja necessário e essencial. A sacerdotisa protege o portal da própria alma; entretanto, devido à natureza monástica, permite apenas a entrada de quem souber decifrar seu enigma com fidelidade e integridade - sem esses dois predicados não será possível atingir o que ela pensa ou articula. 

Analogia: Sugere que há uma grande força emocional retida que não será revelada facilmente, já um desejo passivo e muita elucubração. A análise e a intuição são primordiais para a evolução dos fatos; contudo, deve-se caminhas com extremo conhecimento para oq ue se deseja. Dinâmica e agilidade não são o forte nesse momento, mas deve-se ter em mente que os conceitos estão muito bem elaborados e deverão urgentemente ser colocados em prática, nada está obstruindo o caminho a não ser a própria pessoa. A felicidade é viável, mas a falta de confiança e amor próprio ou o medo de perder poderá adiar por um curto período a alegria de ganhar. A busca incessante de provas de amor, amizade, compromisso ou perfeição acarreta mágoa, ressentimento, falta de vontade e passividade. As análises traduzem que o pensamento e o conhecimento da Sacerdotisa são perfeitos, porém, são passivos e introversos. Resta apenas uma única saída: agir, falar, buscar; caso contrário, lastima-se a infelicidade do não ter, a ocultação interna dos sentimentos e das ideias, a perda do poder pessoal, a reflexão excessiva do passado, a perda do poder pessoal ou a ausência de expressão.

TAROMANCIA

Núcleo: 

Essência: refletir, conhecer, analisar, estudar.

Definição: entrega ao mundo contemplativo e fraternal; paciência e silêncio como forma de autopreservação; passividade diante de situações importantes, medo de errar; impossibilidade de compartilhar o que pensa e sente.

Advertência: o fundamental é agir imediatamente, parar de buscar a perfeição ou ter receio de falar o que pensa e sente; tudo é possível contanto que se esforce, solicite conselhos a amigos e familiares; confie em você e siga em frente!

Atributo Básico: 

Material: burocracia ou dependência de terceiros para realização; contrato ou negociação ainda em análise; muito trabalho com pouca consequência imediata.

Mental: reflexão excessiva, pesquisa, investigação; sabedoria, memorização, bom senso; segredos efêmeros; ocultação do planejamento; falta de expressão verbal; fala serena, suave.

Sentimental: virtude, fidelidade, dedicação; supressão do desejo, inibição, ressentimento oculto e passageiro; receio de se entregar ao amor, carência afetiva, mágoa; para solteiros pode indicar amor platônico ou não correspondido.

Espiritual: serenidade, devoção, crença e pureza de alma; filantropia e piedade do mundo; boa intuição e aceitação da fé, autoavaliação espiritual ou da vida; momento no qual se tenta conhecer a própria alma e evoluir.

Atributo diverso:

Negativo/Invertido: precipitação por insegurança, julgamento incorreto, agir sem pensar; todas as forças construtivas estão invalidadas; desacordo contratual ou promessa rompida; discurso demasiadamente longo quando se deveria ter discrição.

Obstáculo/oposição: falta de reflexão ou aceitação dos limites pessoais; não concebe outras formas de planejamento; incapaz de compartilhar ou servir, devendo buscar objetividade e discernimento diante da situação apresentada.

Orientação/conselho: analisar com cuidado os fatos, ainda não é o momento de se expressar ou falar o que pensa; não há perigos, mas a situação carece de mais reflexão; meditar pode ser uma boa saída.

— há Há 3 semanas com 3 notas
#sacerdotisa  #Tarot de Marseille  #la papesse  #arcano II  #arcanos maiores  #tarô